4 Pilares



Blocos Lógicos

Uma das características da moderna metodologia das matemáticas elementares é a importância que tem a investigação e a manipulação no processo de aprendizagem. As vivências no quotidiano da criança estão repletas de aprendizagens espontâneas, no que diz respeito ao desenvolvimento lógico-matematico.

Ao pré-escolar não cabe a função de aquisição imediata dos conhecimento, não se “ensina”. O que acontece é que a criança deve ser colocada numa posição de, por si mesma, poder construir, ao seu nível, as primeiras estruturas lógico-matematicas. O desenvolvimento da criança não pode nem deve ser entendido como uma via cujo trajecto é obrigatório e previamente determinado.

Todas as crianças contêm em si próprias um grande potencial de desenvolvimento que se irá manifestar em plenitude se lhe soubermos proporcionar as condições e as oportunidades e se respeitarmos o seu ritmo de maturação. As comparações e os prognósticos antecipados são factos que não devem ser tidos em conta devido à diferenciação das capacidades e competências que cada criança apresenta.

É necessário partir sempre dos conhecimento que a acriança já possui, do que ela apreende no meio que a rodeia, e subir, gradualmente, do concreto para o abstracto. Surge assim a necessidade de manipular objectos, tudo o que reflicta uma reflexão e que dê sentido ao acto de manipular.

Os blocos lógicos são mais um elemente pertencente ao material estruturado, ou seja, todo aquele que é organizado segundo critérios precisos. Podem ser confeccionados em madeira, plástico ou cartolina com diferentes tamanhos, espessura e cores. Podem ser adquiridas em estabelecimentos especializados em materiais pedagógicos ou até serem feitos no conforto da casa ou na sala do jardim-de-infância.

Os blocos lógicos foram criados na década de 50 pelo matemático húngaro Zoltan Paul Dienes e são uma material estruturado de classificação que tem a capacidade de associar à dinâmica a lógica e o raciocínio abstracto.

Constituem um material extraordinário para estimular na criança, a análise, o raciocínio e o julgamento, partindo da acção, para então desenvolver a linguagem. De 1890 a 1934 foram utilizados de modo sistemático com crianças pelo psicólogo russo Vygotsky, quando ele estudava a formação dos conceitos infantis.

Fazendo referência a Piaget, ” a aprendizagem da matemática envolve o conhecimento físico e o lógico-matemático. No caso dos blocos, o conhecimento físico ocorre quando a criança pega, observa e identifica os atributos de cada peça. O lógico-matemático se dá quando ela usa esses atributos sem ter o material em mãos (raciocínio abstracto)”

Mais sobre Blocos Lógicos

Random Posts



Deixar Comentário