4 Pilares



O primeiro dia de Creche

Se é a primeira vez que se despede do seu filho, não há que mentir: vai custar. Na grande parte das vezes, muito; e não costuma ser só no primeiro dia.

O mais importante a lembrar é que eles sentem o nosso sofrimento. Por isso, se não quer deixar o seu filho mais tenso na altura de despedida para o início do ano lectivo com duas estranhas, que você não faz ideia de como tratarão a sua criança; o melhor é começar a habituar-se à ideia de que custa ao início mas, tal como eles, os pais também se habituam.

A visão de entregar o seu adorado filho a duas pessoas das quais você não faz ideia da atitude delas perante as crianças é terrível.
Se achar o ambiente pouco decorado, não se preocupe porque as crianças têm muito tempo para trabalhar para essa decoração!

Aquelas duas pessoas que lhe tiram o filho todas as manhãs, aqueles prefeitas desconhecidas, que ficam com o seu filho durante todo o dia; são duas pessoas qualificadas e competentes para aquela profissão. Ambas têm curso e formação que as habilita a estar com as crianças, a compreende-las e a saber actuar perante este momento de adaptação. Além disso, são pessoas que gostam do que fazem, porque acredite, é mesmo preciso gostar, não só de crianças, mas de tudo o que isso implica.

Se não se sentir segura, não hesite em marcar um atendimento com a educadora e fale-lhe desse seu sentimento. Ninguém melhor que ela para a apaziguar e descrever como está a correr o processo de adaptação do seu filho.

Não estranhe que quando for levar a sua criança não seja despejada uma onda de mimos e atenção sobre ela, porque provavelmente, dentro da sala, estão mais 10, ou mais crianças, a chorar, completamente desoladas por já terem sido tiradas dos seus pais. Acredite que custa não disponibilizar tanta atenção como deveria, a si ao seu filho, mas também custa estar a receber e saber que as outras crianças precisam de nós.Tal como todas a sua também terá toda a atenção necessária, mas é preciso compreender que as outras também necessitam de atenção. Estabelecer um equilíbrio e dar conforto às crianças, para que eles sintam aquele sítio como uma segunda casa, é mais fácil de conseguir com as crianças todas dentro da sala.

Por mais que lhe parece difícil, não demore demasiado na despedida, custa mais aos dois, e também à pessoa que a está a acolher, que tem mais uns tantos a precisar de atenção e mimos dentro da sala.
Compreenda que o choro do seu filho é normal nos primeiros dias, porque se é para si, imagine para ele, um ser completamente dependente dos seus progenitores.

Se a separação é tão má para si como para ele, e acha que vai ser um verdadeiro pesadelo deixa-lo e nem sequer vai conseguir trabalhar, então é uma boa ideia tirar uns dias do trabalho para que possa deixar a sua criança lá de manhã e ir buscá-la logo após o almoço, principalmente se for daqueles pais que precisa que a criança fique mais de 8h na creche. Será menos complicado para si, e melhorará a adaptação de ambos. Se esta não for uma opção, por razões profissionais superiores, tente ir busca-la mais cedo. Quanto mais rápido entregar o seu filho à pessoa que o está a receber melhor, porque se não ele acaba por se habituar à longa despedida e não perde a esperança de que mude de ideias e acabe por leva-lo dali.

As crianças habituam-se à escola como a sua segunda casa, e vai ver que haverá muitos dias em que elas nem vão querer ir para casa.

Random Posts



Uma Resposta a “O primeiro dia de Creche”

  1. Telma Bregante |

    Obrigado!

Deixar Comentário